top of page

Monte Verde- MG 2.0 VEM AÍ! Confira todos os detalhes sobre a reforma da nossa vila

Atualizado: 12 de mar. de 2023

Nossa vila reconhecida como uma das cidades mais acolhedoras do mundo está passando por reparos, e nossa vila ficará ainda mais aconchegante.

Desde o dia 27 de fevereiro, o portal de Monte Verde está em reforma para melhor receber os turistas do distrito e também os moradores e população local, aperfeiçoando a mobilidade urbana no trecho.

Com R$ 368.195,82 de investimentos, oriundos do Ministério do Turismo e da Prefeitura de Camanducaia, o término da obra está previsto para julho deste ano. Até lá, a entrada e saída de veículos acontece pela lateral do portal. Vale lembrar que o projeto de reforma do portal foi aprovado em 2018, pelo Conselho Municipal de Turismo (Comtur). A base do projeto foi cedida pelo arquiteto Waldir do Amaral e a obra será executada com algumas modificações feitas pela Secretaria Municipal de Obras.



O projeto do portal foi doado pelo arquiteto Waldir,e passou por dois tipos de modificação, sendo: 1 - Às exigências legais e estruturais, sejam de acessibilidade ou viabilidade apontadas pelos engenheiros da Caixa Econômica Federal;

2 - A manutenção da testeira em costaneiras, mantendo a característica do portal atual, respeitando a história e cultura de Monte Verde;


Canteiro central

O canteiro da Avenida Monte Verde será todo reformulado, passando a contar com bancos, paisagismo e passarela para caminhada.

A empresa vencedora da licitação foi a RX Construtora.


O projeto foi doado pelo arquiteto Cristiano Carrão, e passou pelas modificações legais e estruturais apontadas pelos engenheiros da Caixa Econômica Federal.


Calçamento

Haverá troca de pavimento do trecho da rotatória até o Café Pinhão, após o término da tubulação. O asfalto e o paralelepípedo serão removidos para colocação de um novo calçamento, com bloquetes. A obra também será executada por trechos, em dias da semana, visando causar o menor transtorno possível com intervenções no trânsito.


Lembrando que a Avenida Monte Verde não ficará totalmente bloqueada, apenas parcialmente, e as calçadas permanecerão liberadas.


Orçada em R$ 2.068.838,82, com emenda do deputado federal Marcelo Álvaro Antônio e recursos próprios da Prefeitura de Camanducaia, a obra abrangerá tubulação, novo calçamento com bloquete e construção/revitalização do canteiro central.

  • Para isso, será necessário o bloqueio parcial da avenida, em horário comercialnão haverá obras aos finais de semana (sexta, sábado e domingo) e feriados.

  • As calçadas permanecerão liberadas.

As obras devem ser iniciadas no próximo dia 20 de março, com algumas intervenções parciais no trânsito.


A previsão de liberação total da via é de quatro meses, ou seja, em julho. Já a execução total da obra, incluindo, inclusive, a sinalização viária (placas, faixas elevadas, vagas de estacionamento), deve terminar em novembro deste ano.


Como a ideia é causar o menor transtorno possível aos moradores, comerciantes e turistas, a drenagem, cujo objetivo é acabar com alguns pontos de alagamento, será feita de 10 em 10 metros, em trechos, partindo da Rua Bem-te-vi, do Café Pinhão, sentido portal. Serão necessárias seis travessias na avenida, sendo uma ou duas por dia, finalizando todas em menos de uma semana.

Após a finalização de toda a tubulação, a Avenida Monte Verde receberá algumas manutenções, no calçamento com bloquetes e em bueiros, por exemplo.

Estamos preparando um novo destino para vocês, se preparem.

Resumo

  • Os recursos são metade do Ministério do Turismo e metade da Prefeitura de Camanducaia, toda fiscalização é realizada por engenheiros da Caixa Econômica Federal e auditores do Tribunal de Contas da União, o convênio é de 2019, pela burocracia só agora em janeiro o valor foi depositado na conta da prefeitura, e tem que ser utilizado em até 180 dias;

  • O motivo da obra iniciar agora, é o prazo dos 180 dias para uso do recurso, que vence em julho, com pena de devolução, e o fato de que as chuvas não permitiriam uma obra como essa, ou seja, não existe a opção de mudança da data, que só pode acontecer em período de estiagem, pois com as chuvas o transtorno é ainda maior, pois boa parte dos recursos foram empregados em drenagem profunda, para retirada da água que enche a avenida, e fazer uma obra em rua no período chuvoso, levaria a obra muito mais adiante;

  • A altura do portal será a principal modificação

  • Toda rede hidráulica, óptica e elétrica do portal estava comprometida, gerando muito transtorno, e agora, isso será resolvido.

  • Será necessário o bloqueio parcial da avenida, em horário comercial.

  • Os canteiros de obra não ficaram na avenida.

  • Todo último dia de obra da semana será feito uma limpeza geral.

  • Não haverá obras aos finais de semana (sexta, sábado e domingo) e feriados.

  • As calçadas permanecerão liberadas.

  • Todas as partes envolvidas estão priorizando o bem estar da população, e turistas, buscando o menor transtorno na mobilidade possível para que não impacte na sua viagem pelo destino.

  • A cidade continua aberta


Mais informações:










572 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page